FESTA ANUAL DE NOSSA SENHORA DA FONTE - Pastoral dos Ciganos

FESTA ANUAL DE NOSSA SENHORA DA FONTE

Passou um mês desde que teve lugar uma das nossas grandes festas – a de Nossa Senhora da Fonte! Aconteceu no Domingo, dia 27 de Setembro, tendo sido antecedida, no sábado, de actividades programadas e realizadas para e com crianças e jovens, que foram:

– Workshop de educação ambiental, subordinado ao tema “Reciclar para inovar.”

– Hora do conto – com Graça Melo

– Oferta de lanche saudável e de um livro a cada participante

No Domingo de manhã, o nosso grupo de tambores “Bate-o-batuque” desfilou, tocando, até à Igreja Paroquial da Apelação, onde também se dirigiram as restantes crianças e jovens que frequentam o nosso Centro Verdine, assim como muitos adultos.

Dali partiu, em procissão, a imagem da Nossa Senhora, trazendo as crianças, a espaços, longas faixas brancas que mostravam os seus dísticos com mensagens.

Caminharam assim solenemente até ao espaço ao ar livre onde iria decorrer a festa, no Bairro da Quinta da Fonte.

Começou então e teve lugar a Missa Campal, presidida pelo Sr. Padre Joaquim Pereira com cânticos preparados por um coro, sendo que o cântico final foi entoado pelas crianças.

Terminada a celebração, abriram as diversas barraquinhas de artesanato e as de rifas, que proporcionaram cada uma a sua prenda.

A verdade é que o almoço já cheirava bem e despertava o apetite.

Passou a ser servido em peças reutilizáveis e constou de caldo verde, porco assado no espeto, batatas fritas, arroz, feijão preto e salada. E a finalizar, fruta variada.

Foram servidos 700 almoços, pelo preço unitário de 50cênmtimos.

E assim começou uma tarde alegre, em que tivemos a oportunidade de ver e ouvir por diversas vezes as nossas crianças, que apresentaram interessantes danças rítmicas, a animada actuação do grupo “Alto Astral”, com espetáculo multicultural, e ainda o canto de artistas conceituados, a saber:

– Miguel Fura, com música popular Portuguesa

– Nittó Desteny , com música de Cabo Verde

– Grupo musical Arte Gypsy

– Associação Cigana de Águeda

A festa convívio das diversas etnias presentes no bairro durou até às 18:30, hora a que começaram a ser recolhidas mesas e cadeiras, sinal de que, vivido o dia com alegria e em paz, tínhamos que regressar a casa, começando entretanto a imaginar, de que irá constar a festa do próximo ano.

« 2 de 2 »

 

Se gostou, partilhe com os seus amigos